O que fazer na Serra da Estrela?

7 pontos turísticos que não podes perder!



Quando pensamos em Portugal, raramente nos vem à mente as montanhas ou a neve, especialmente se não vivermos no Norte ou não vivermos de todo em Portugal. O sítio mais indicado para ver este estado meteorológico é mesmo na Serra da Estrela. Este é o segundo ponto mais alto de Portugal Insular, situado a 1993 metros de altura. Ainda assim, a esta serra é maravilhosa durante todas as estações do ano.

O que fazer na Serra da Estrela? 7 sítios para visitar:

  • Torre da Serra da Estrela
  • Parque Natural da Serra da Estrela
  • Covão Dos Conchos
  • Covão d'Ametade
  • Cascata do Poço da Broca
  • Praia Fluvial da Loriga
  • Miradouro do Fragão do Corvo

De seguida podes encontrar a descrição detalhada de cada um dos elementos apresentados:

Torre da Serra da Estrela


A Torre é sem dúvida o ponto mais icónico desta serra. A Torre encontra-se no topo da Serra da Estrela, junto à estância de Ski da serra. Existem registos em que o próprio Rei D. João VI, O Clemente da dinastia Bragança, terá mandado erguer um monumento em pedra, de forma a que a altitude da Serra da Estrela chegasse aos 2000 metros. Dentro desta edificação podes encontrar um miradouro que vislumbra uma paisagem incrível para os vales encaixados, numa zona de contacto entre o granito e o xisto. Perto da torre podes encontrar um restaurante com esplanada no primeiro andar e um pequeno mercado que vende alguns produtos regionais como o queijo da serra e licores, assim como algum vestuário e calçado para a neve. Vê a localização no Google Maps.
Torre da Serra da Estrela

Parque Natural da Serra da Estrela

O parque natural da Serra da Estrela, em Seia, no distrito da Guarda. O Parque Natural da Serra da Estrela abrange grande parte do maciço da Estrela, prolongasse até aos concelhos de Celorico da Beira, Covilhã, Gouveia, Guarda, Manteigas e Seia. O Parque Natural da Serra da Estrela conserva importantes sinais de comunidades que ocuparam esta área, nomeadamente vestígios da civilização romana, árabe e judaica.
  • Romana - na engenharia utilizada nas pontes e vias de comunicação, na introdução da telha e do arado de madeira no desenvolvimento do castanheiro e da vinha, e o aparecimento de alguma indústria.
  • Árabe – no cultivo de pomares, nos sistemas de rega e nas técnicas de tecelagem
  • Judaica- no desenvolvimento dos mercados e feiras regionais.
Vê a localização no Google Maps.

Castelo de Linhares da Beira

Covão Dos Conchos

Já alguma vez imaginaste como será um buraco negro no universo? O Covão dos Conchos é o sítio perfeito para te mostrar. Este é capaz de ser o local mais misterioso da Serra e embora pareça algo completamente sobrenatural, a sua origem é facilmente explicável. A história do Covão dos Conchos remonta o ano de 1955 durante a construção de uma barragem hidroelétrica, quando foi construído um túnel subterrâneo para encaminhar as águas da Ribeira das Naves para a albufeira da Lagoa Comprida. Feito de betão e de granito, o túnel tem 1.519 metros de comprimento e é capaz de atingir os 120 mil metros cúbicos. Para avistá-lo prepara-te para um pequeno trilho de 2 km a partir da Lagoa Comprida, este deve demorar 2 horas (apenas ida). É fundamental que leves calçado confortável e água. Vê a localização no Google Maps.

Covão dos Conchos

Covão d'Ametade


O Covão D’Ametade representa uma depressão de origem glaciar, atualmente encontra-se cercada por árvores ao longo das margens do rio. Este local é um cenário romântico carregado de sentimento bucólico e poético. O Covão D’Ametade a partir dos cursos de água do Rio Zêzere. Este rio nasce junto à Torre e precipita-se por entre as paredes íngremes dos três Cântaros e começa a ganhar forma no Covão d'Ametade. Aqui forma-se um grosso caudal que posteriormente se deposita, com toda a sua força, no Rio Tejo. Se estiveres a viajar pela Serra da Estrela, não podes deixar visitar este local. Vê a localização no Google Maps.


Covão d'Ametade

Cascata do Poço da Broca 

Se tal como eu és fã de cascatas, vais adorar esta. A Cascata do Poço da Broca é uma queda de água resultante de intervenção humana que se destaca pela sua beleza singular. Este ponto encontra-se na Ribeira de Alvôco, em Vide. A Cascata do Poço da Broca forma uma pequena praia fluvial conhecida pela sua tranquilidade e sossego. Este lugar é realmente surpreendente e não podes deixar de o visitar na tua próxima viagem à Serra da Estrela. Vê a localização no Google Maps


Cascata do Poço da Broca

Praia Fluvial da Loriga 

A Serra da Estrela é um destino ideal para uma viagem de inverno ou de verão. Prova disso é a belíssima praia fluvial da Loriga. Dar um mergulho nas águas frescas do Rio Zêzere é uma ótima atividade para fazer na Serra da Estrela. Esta praia encontra-se rodeada por uma beleza paisagística única culminando nas suas pequenas piscinas e cascatas. Na praia fluvial da Loriga podes encontrar uma área desenvolvida para o turismo rural, com um pequeno snack-bar, um parque infantil e um parque de merendas caso prefiras levar o teu próprio almoço. Vê a localização no Google Maps.


Praia Fluvial da Loriga

Miradouro do Fragão do Corvo

És fã de miradouros icónicos que te dão uma vista belíssima sobre uma paisagem montanhosa? O Miradouro do Fragão do Corvo está situado perto das Penhas Douradas, a uma altitude aproximadamente de 1450 metros e proporciona uma das paisagens mais deslumbrantes da Serra da Estrela. A partir do Miradouro do Fragão do Corvo é possível avistar a vila de Manteigas e o vale glaciar do Zêzere. Vê a localização no Google Maps.



Miradouro do Fragão do Corvo


Espero que estes sete pontos turísticos dentro do parque natural da serra da estrela te tenham ajudado a planear e a saber o que fazer na tua próxima viagem à Serra da Estrela.

E então, do que estás à espera? Prepara já a tua próxima viagem, porque o melhor da vida é viajar!


Comentários

  1. Gostei do percurso quando lá voltar vou a todos estes sítios com pormenor.

    ResponderEliminar
  2. Fiquei fascinado com a aquela área geográfica, é sem dúvida um dos locais mais bonitos e pacíficos que visitei.. Visitei 3 dos locais referidos, nomeadamente, Torre, Covão d'ametade e praia fluvial da Loriga, adorei simplesmente!

    ResponderEliminar
  3. Esta publicação me vai ajudar na minha próxima viagem, obrigado pelas suas sugestões!Quando voltar a Portugal, vou conhecer essa Serra mega maraaa! 😍🇧🇷

    ResponderEliminar

Publicar um comentário