Coronavírus e Viagens

Coronavírus: informações e recomendações para as tuas viagens
Todos nós que gostamos de viajar e de gozar da nossa liberdade, estamos a sentir alguma pressão por não poder sair de casa devido ao surto epidémico do coronavírus. Ainda assim devemos fazer o possível para respeitar as normas de segurança estipuladas pelo governo. Neste post, gostava de responder a algumas questões sobre esta epidemia conhecida como coronavírus.

Viajantes no aeroporto com coronavirus

O que é o novo coronavírus?

O novo coronavírus, oficialmente designado por "COVID-19", ocasionalmente chamado de "Wuhan Coronavirus" e 2019-nCov, é um novo tipo de coronavírus. Embora tenha havido seis tipos de coronavírus previamente identificadas, incluindo a SARS, responsável pelo último surto importante de coronavírus, esta estirpe ainda não foi identificada em humanos.


Quais são os sintomas de alguém infetado?

Os sintomas de alguem com coronavírus variam consoante o próprio vírus, mas os indicadores mais frequentes associados à infeção do coronavírus incluem tosse, falta de ar e outras dificuldades respiratórias. A febre é frequente, mas nem sempre associada. Alguns pacientes podem sofrer de infeções que causam pneumonia e síndrome respiratória aguda grave em casos mais graves.

Qual a origem do surto do coronavírus e para onde se espalhou?
Este surto do coronavírus começou oficialmente a 31 de dezembro último num mercado de animais vivos em Wuhan, na China. O agravamento significativo da situação foi reportado pelos meios de comunicação social no final de semana de 18 de janeiro e foi confirmado no início da semana passada pelas autoridades chinesas, que a transmissão do coronavírus entre seres humanos, ocorre provavelmente através de gotículas.
As viagens de e para a China estão mais limitadas, porque as principais companhias aéreas anunciaram a suspensão de voos para a China. Apesar da posição da OMS, vários países, incluindo EUA, Reino Unido e Itália, além de outros países vizinhos, limitaram as viagens de cidadãos chineses de e para os seus países de forma a evitar a propagação do coronavírus.
Adicionalmente, países como os Estados Unidos, a Coreia, o Japão, a Alemanha, a Bélgica e a França, providenciaram o repatriamento dos seus cidadãos da cidade de Wuhan.

Existe algum tratamento ou vacina para o 2019-nCov, o coronavírus?
Embora não exista tratamento específico para o Coronavírus ou vacina para o prevenir, existem vários tratamentos disponíveis para tratar os sintomas do coronavírus, como o paracetamol.

É recomendável viajar para a China durante o surto do coronavírus?
Muitos governos e companhias aéreas suspenderam as viagens de e para a China desde que começou o surto do coronavírus. Aconselho a todos a seguir as instruções e conselhos fornecidos pelo governo, instituições oficiais e agentes de viagens.

Não devo viajar para a asia durante o surto do coronavírus?
Atualmente, não há motivos médicos para evitar viagens para a Ásia, exceto as restrições já referidas sobre o coronavírus para a China. Todos devem seguir as últimas atualizações e recomendações feitas pela OMS relativamente ao coronavírus.
Como podem os viajantes ajudar a minimizar os seus riscos?
Todos sabemos que as viagens levam a um maior contacto com viajantes de todo o mundo e a frequentar espaços fechados, o que permite que doenças como o coronavírus se espalhem rapidamente. Para quem precisa de viajar, é altamente recomendável cumprir os protocolos de higiene adequados de forma a evitar o contágio do coronavírus. A OMS recomenda lavar as mãos frequentemente com água e sabão, cobrir o rosto ao tossir ou espirrar e minimizar o contato com os olhos, nariz e boca.

Devo utilizar máscaras para evitar o contágio do coronavírus?
As máscaras não são recomendadas para a maioria das pessoas, pois há evidência limitada de que impeçam a propagação do coronavírus. A boa etiqueta respiratória e a higienização das mãos terão um impacto maior.< no combate contra o coronavírus

Comentários